Quadrinhos indispensáveis em qualquer coleção que se preze


A maior parte das listas dos melhores quadrinhos (ou qualquer outra coisa) de todo o mundo pode ser contestada por um motivo ou outro. Geralmente bairrismo. Uma lista de publicação americana vai estar cheia de super-heróis. Uma japonesa de mangás. Seja como for estas listas ajudam na descoberta de pérolas desconhecidas ou simplesmente como ponto de partida pra quem está começando. Pode ser uma tentativa fútil fazer estas listas mas ainda são, em minha opinião, indispensáveis como parâmetro para qualquer colecionador que se preze.

Esta é minha melhor tentativa. Sem ordenação de melhor para pior, apenas leia todas.

 

  • Maus de Spiegelman
  • Watchman de Moore e Gibbons
  • Akira de Otomo
  • Sandman de Gaiman
  • Lobo Solitário de Koike e Kojima
  • Algo do Crumb
  • The Spirit de Eisner
  • Mafalda de Quino
  • Algo (ou tudo) do Laerte 
  • Exemplares de Métal Hurlant com Moebius, Caza, Druillet e Tardi
  • Exemplares da Heavy Metal, versão americana da Métal Hurlant (com Serpieri, Corben, Schuiten, Bilal e Liberatore)
  • Torpedo de Abuli e Alex Toth / Bernet
  • Algum álbum de Corto Maltese de Pratt
  • Calvin e Haroldo de Watterson
  • Love & Rockets dos irmãos Hernandez
  • Príncipe Valente de Foster
  • Asterix de Gonciny e Uderzo
  • Talco de Vidro de Marcelo Quintanilha
  • Daytripper de Moon e Bá
  • Black Hole de Charles Burns
  • Ghost World de Clowes
  • Mad das antigas, com Kurtzman e Wallace Wood
Se você já leu todas estas (ou próximo disto) você entende um bocado de quadrinhos. Se as tem em sua coleção, é uma coleção de respeito. Se está começando, parabéns, escolheu uma excelente lista para ponto de partida. Sua coleção crescerá na direção certa a partir daí , modéstia à parte.
Critérios
Claro que poderíamos ter incluído Nemo e Krazy Kat (ou vários outros pioneiros das páginas dominicais dos jornalões americanos), ou Astro Boy por ser o grande pioneiro no japão, ou ainda Tin Tin. Entre meus critérios está 1 -possibilidade de ler e reler sem cansaço ou sem o material ter envelhecido ao ponto de ser difícil de entender; 2 -o ápice de um gênero. Nem sempre um pioneiro ou criador de um gênero é o melhor. Nem sempre um alternativo criativo representa todo o gênero. Poderia por exemplo ter adicionado Alack Sinner de Muñoz e Sampayo mas optei por Torpedo. Poderia ter incluído Peanuts mas incluí Mafalda; 3 – evitei o hermetismo de adicionar só coisa muito alternativa ou muito cabeça porque, sim, quadrinho é uma forma de comunicação popular; 4- Evitei fazer uma lista dos mais populares ou os que venderam mais. Watchman é tudo que precisamos falar sobre super-heróis aqui. Qualquer lista de melhores quadrinhos que inclua bobagens como A Morte do SuperHomem é simplesmente estúpida. 5- Evitei confundir preferencias pessoais com valor intrínseco. Por isto Não temos Ken Parker, Demolidor ou coisas de Alberto Breccia aqui.
Tenho certeza de que se você leu até aqui gostaria de incluir ou retirar algum da minha muito bem pensada lista, baseada em mais de 40 anos de leitura crítica de quadrinhos de todo o mundo. Eu aprecio esta sua ousadia!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s